Policial Militar suspeito de matar estudante é preso e alega legítima defesa

Foto: Reprodução/Captura de Tela

Na última segunda-feira (04), foi decretado o pedido de prisão preventiva contra o policial militar suspeito de matar o estudante Ramon Pedro após a festa de emancipação política do município de Uiraúna, no Sertão da Paraíba. Na tarde de ontem (06), ele compareceu à Central de Polícia de Cajazeiras na companhia de seu advogado e foi preso.

Leia mais notícias em FontePB.com
Siga o nosso instagram @FontePB

O suspeito não teve sua identidade revelada pela Polícia Civil, mas de acordo com as autoridades ele tem 28 anos de idade e é natural da Paraíba. O delegado Rafael Bianchi é o responsável pelo caso e informou que em seu depoimento, o policial não confessou o crime, disse que é inocente e alegou legítima defesa.

O policial permanece preso na Central de Polícia, onde aguarda por audiência de custódia que deverá acontecer na manhã de hoje (06). As mulheres que aparecem no vídeo prestaram depoimento e foram liberadas.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Portal FontePB (@fontepb)

Cobertura FontePB

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias da Paraíba, do Brasil e do mundo? Siga o FontePB nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!